Conheça os tipos de acabamentos em Drywall: dicas de como fazerSaiba quais são os níveis de acabamentos, quais os principais erros e dicas na hora do acabamento no Drywall

Primeiramente, antes de começar a pensar nos melhores acabamentos para uma parede de Drywall, por exemplo, é necessário conhecer os níveis de acabamento.

No momento de finalização de uma parede de Drywall, é sempre importante lembrar nestes 3 níveis:

1 – Nível Mínimo: caracteriza em realizar à incidência de luz natural ou artificial, para verificação de pequenas imperfeições. Desta forma, podemos perceber qual é o local que necessita de outra demão de massa de acabamento ou massa corrida, por exemplo.

2- Nível Intermediário: sob luz natural ou artificial, apresenta bom acabamento, sem necessidade aparentes de acabamentos;

3 – Nível Superior: caracteriza em excelente acabamento, ou seja, com incidência de luz natural ou artificial não apresenta necessidade de acabamento.

Partindo deste princípio, os sistemas de Drywall podem receber qualquer tipo de acabamento, como pintura, papel de parede, revestimento cerâmico, revestimento laminado, fórmica, madeira, entre outros. Porém, é importante ter atenção com alguns acabamentos, como o revestimento cerâmico e os laminados melamínicos, que devem ser executados com cuidados especiais, tais como diminuir o espaçamento dos perfis montantes para 400 mm (no máximo) e não utilizar laminados com espessura inferior a 1,2 mm.

Saiba abaixo quais são os melhores acabamentos para o Drywall e inspire-se!

1 – Pintura no Drywall

Para a realização de pintura de uma superfície em Drywall de qualidade, é importante saber os 2 fatores principais: preparação da superfície a ser pintada e aplicação correta do sistema de pintura.

Preparar a superfície a ser pintada

As superfícies a serem pintadas devem encontrar-se planas e isentas de deformações como buracos e massas. O tratamento das juntas deverá ser efetuado conforme as recomendações dos manuais técnicos da Knauf do Brasil, especialmente se a massa (Readyfix ou Fastfix Knauf) estiver seca, com a fita aderida e sem bolhas. Após a cura da massa utilizada e com auxílio de uma lixadeira manual, lixar (com lixas 120 e 180) as rebarbas, os ressaltos e as ondulações que existirem.

Aplicar correta do sistema de pintura

Uma vez escolhido o tipo de tinta, pode-se dar início a aplicação do sistema de pintura que consiste de fundo, nivelamento e acabamento:

Fundos – correção de determinadas condições da superfície, como calcinação ou absorção excessiva, ou mesmo como proteção inicial e para torná-la homogênea. Use selador acrílico (em paredes que nunca foram pintadas) e fundo preparador de paredes (para repintura).

Antes de passar à próxima etapa, aguardar a secagem, de acordo com as informações do fabricante do produto.

Nivelamento – deve ser executado somente para correção, caso existirem pequenas imperfeições. Se for feito com massa corrida, é necessário lixar a área tratada após a secagem, para retirada das imperfeições.

Acabamento – o produto aplicado como acabamento deve conferir à pintura todas as características visíveis de qualidade, desempenho e resultado esperados. Antes de iniciar esta etapa, a superfície deve estar limpa e com ausência de pó. O número de demãos aplicadas dependerá da qualidade do produto bem como se o acabamento está a contento. Utilizar tinta acrílica ou tinta PVA. Para pintura no Drywall, recomenda-se rolo de pelo de lã baixo

DICA: Para Drywall não deve ser usada CAL como acabamento.

2 – Revestimentos cerâmicos, azulejos e madeira

Para aplicação de revestimentos cerâmicos, azulejos e madeira em Drywall é importante seguir as principais recomendações:

Aplicar argamassa colante do tipo AC II ou AC III para colagem do revestimento cerâmico. No caso de áreas úmidas com chapas de Drywall Resistente à Umidade (RU), utilizar montantes a cada 400 mm ou, caso o espaçamento seja de 600 mm, utilizar chapas duplas.

Recomenda-se a utilização de rejuntes flexíveis nos encontros em ângulos e para estruturas mais deformáveis.

Importante lembrar também no peso máximo da cerâmica. Os sistemas de Drywall suportam peso máximo da cerâmica de aproximadamente 35 kg/m2, e deve ser fixada com argamassa colante do tipo AC III.

3 – Papel de Parede

Sim! É possível aplicar papel de parede ou adesivo sobre o Drywall.

O procedimento de instalação deste acabamento é bem simples! O Drywall possui a vantagem de ser industrializado e de proporcionar uma superfície muito lisa, facilita a aplicação de papeis de paredes.

Para instalação é fundamental aplicar uma demão de selador na superfície em que será aplicado o papel de parede. Mas lembre-se! É sempre importante consultar o fabricante do produto a ser utilizado quanto ao tipo de cola apropriado.

Fonte: Associação Brasileira do Drywall (@drywallassociacao)