As normas do Setor

O sistema drywall é totalmente coberto por normas técnicas no Brasil, as quais abrangem os requisitos de seus componentes e os procedimentos de projeto e montagem de paredes, revestimentos e tetos. As normas, quando citadas em regulamentos técnicos ou leis, ganham caráter compulsório, portanto, devem ser seguidas rigorosamente em todas as fases, desde a fabricação dos materiais até seu uso final. As normas técnicas para sistemas drywall de paredes, tetos e revestimentos são:

ABNT NBR 14.715:2010 (PARTES 1 E 2) – CHAPAS DE GESSO PARA DRYWALL – PARTE 1 – REQUISITOS E A PARTE 2 – MÉTODOS DE ENSAIO.

– A parte 1 refere-se aos requisitos das chapas de drywall utilizadas nos sistemas de paredes, tetos e revestimentos, como identificação, aspecto, tipos de borda, características geométricas e físicas e comportamento sob ação do fogo, entre outros fatores.

– A parte 2 diz respeito aos métodos de ensaio das chapas, estabelecendo os procedimentos laboratoriais para a determinação das características geométricas e físicas.

ABNT NBR 15.217:2018 – PERFILADOS DE AÇO PARA SISTEMAS CONSTRUTIVOS EM CHAPAS DE GESSO PARA DRYWALL – REQUISITOS E MÉTODOS DE ENSAIO.

– As chapas de aço planas a partir das quais são produzidos os perfis devem ser de aço-carbono zincadas pelo processo contínuo de imersão a quente, com revestimento mínimo de zinco de 275 g/m2 (Z275), conforme ABNT NBR 7008-1:2012, e ter espessura mínima de 0,50 mm.

ABNT NBR 15.758:2009 (PARTES 1 A 3) – SISTEMAS CONSTRUTIVOS EM CHAPAS DE GESSO PARA DRYWALL – PROJETO E PROCEDIMENTOS EXECUTIVOS DE MONTAGEM

– Parte 1: Requisitos para sistemas usados como parede.

– Parte 2: Requisitos para sistemas usados como forro.

– Parte 3: Requisitos para sistemas usados como revestimento.